Pelo nosso correspondente internacional Marco Antonio Gonçalves

Future State são as consequências de uma decisão duvidosa do Superman ao revelar sua identidade secreta para o público atualmente nas revistas mensais da DC e da loucura hardcore que é a mini série Dark Knights Death Metal, mini série essa que também foi derivada de Dark Knights Metal entre outras coisas como a outra mini série anterior. Na verdade Metal foi não só uma mini série mas também seus spin offs (séries derivadas) construiu todo um contexto que foi lançado nos Estados Unidos entre 2017/2018, isso tudo além do atual momento que vive a DC Comics nos EUA como a malfadada revelação de Clark Kent ou ainda a atualíssima e recém terminada Guerra do Coringa então a partir de Janeiro de 2021 teremos uma pausa nas revistas de linha e então estaremos em uma nova realidade (de novo).


Durante dois meses seremos apresentados a mais uma versão alternativa dos Super Heróis da DC e dessa vez a iniciativa se chamará Future State ou Futuro Estado em uma tradução simples, mas o interessante aí é que teremos um Batman Negro sob a Máscara do Morcego e uma nova Mulher Maravilha Brasileira, o que tem chamado bastante atenção dos leitores. Não menos curioso será a Lanterna Verde terráquea Jo Mullein, desse universo uma Lanterna especial já que ela opera quase fora da jurisdição dos Guardiões do Universo e dada a distância de seu setor o anel energético que ela porta não precisa se conectar à bateria central de OA, creio eu que ele não descarregue, mas preciso me atualizar e ler Setor Distante, a revista do selo Young Animal da própria DC que conta a história dessa Lanterna Verde que é oriunda da polícia de Nova Iorque, mas que por algum motivo ela foi incorporada a nova Liga da Justiça desse novo Universo.


Mas tenho que falar ainda do novo Batman que, como já citei aqui, será alguém de etnia Negra segundo as informações e eu apostaria no Duke Thomas, o nosso jovem Sinal a ter assumido o papel de Batman após Bruce Wayne ser assassinado e de alguma forma retornar como o Detetive das Trevas, o que é outra novidade. Ainda sobre Duke ser o novo Batman nessa nova fase isso não se confirmou então tudo não passa de mera especulação, sendo que se for para termos um Batman Negro pode até ser que Luke Fox o filho de Lucius Fox e Batwing possa ser esse Batman do Estado Futuro.


Podemos citar ainda algumas outras empolgantes informações dessa saga, inclusive, parece que a própria Liga da Justiça será formada por párias e vigilantes que atuam a margem da lei longe de serem os grandes ícones que são os heróis da Liga tradicional. Mas vale lembrar que tudo se torna como é nessa novíssima realidade por consequência das ações que ocorrem nos títulos de linha da DC hoje como a já citada aqui revelação da sua identidade para o público por parte do Superman além da Guerra do Coringa ter tornado ilegal a presença de vigilantes em Gotham, e parece que isso repercutirá em todo o mundo DC. 

Entre todas as consequências de Dark Knights Death Metal e tudo que citei até aqui, há um longo e curioso caminho que só poderemos trilhar lendo essa promissora nova saga da DC Comics. Curiosos? Eu também.